Dê Play




Cano celebra gol homenageando comunidade LGBTQIA+

News3

Vasco e Brusque entraram em campo pela sétima rodada da Série B do Brasileirão, no Estádio São Januário. A partida aconteceu na véspera do Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ e o Gigante da Colina foi um dos que fez sua homenagem além do mundo virtual. O clube entrou em campo com uma camisa em homenagem à comunidade, além de ter publicado um manifesto neste domingo.

Mas Germán Cano tratou de dar um “algo a mais” para as ações efetuadas pelo seu clube. Autor do gol que abriu o placar, o atacante comemorou o lance levantando uma das bandeirinhas de escanteio, que estava decorada com uma bandeira estilizada com as cores do arco-íris, símbolo do movimento LGBTQIA+.

Por conta da celebração, o juiz Salim Fende Chavez deu cartão amarelo ao atacante, afirmando que isso não era permitido. Durante a transmissão, o comentarista de arbitragem do Premiere , Sandro Meira Ricci opinou que faltou bom senso a Salim no lance.

Mais informações do Vasco

Depois do gol, marcado aos 17 minutos do segundo tempo, o Vasco acabou sofrendo o empate aos 34 minutos. Mas Léo Matos, de volta após se recuperar de edema na coxa, marcou o gol da vitória aos 42 minutos. Por tirar a camisa na comemoração, o lateral também levou o cartão amarelo.

Com a vitória em casa, o Vasco chegou aos 10 pontos e termina a rodada com 10 pontos, ultrapassando o próprio Brusque por conta do número de gols marcados. Mas vale citar que a equipe de Santa Catarina está com um jogo a menos.

Agora a equipe carioca se prepara para voltar a campo na próxima quarta-feira (30). O clube terá pela frente o Goiás, fora de casa, às 19h.

 

Fonte: tocedores.com

Deixe seu comentário