Dê Play




Resenha: Unlimited Love - Red Hot Chili Peppers

News3

O Red Hot Chili Peppers está na ativa a quase 40 anos, e durante todo esse tempo, houve mudanças musicais, saindo de funk cru para um rock mais psicodélico com forte influência no jazz, como também houve mudanças no grupo em si, já que “Unlimited Love” foi o tão esperado retorno do guitarrista John Frusciante, e com ele, trouxe toda a vibe de grandes discos do RHCP.

A presença de Frusciante é tão notável no novo álbum, sendo reconhecido facilmente na música inicial, "Black Summer", que consegue introduzir aos seus ouvintes que a linha musical do novo álbum será inspirado nos principais álbuns do grupo.

Após, o ritmo mantém-se animado com as músicas "Here Ever After" e "Aquatic Mouth Dance", em que o baixista Flea demonstra toda sua habilidade em seu instrumento, o que já é característico do músico.

Depois disso, temos a balada de "Not the One", que nos envolve no álbum. Em "Poster Child", ouvimos uma música mais “funkalizada”, remetendo ao álbum "Blood Sugar Sex Magik", que também era carregado no estilo do funk.

A balada "The Great Apes" torna-se presente no álbum com a marcante guitarra de Frusciante, que demonstra que veio para ficar no grupo.

Por enquanto, vê-se que o álbum tem nuances entre seus integrantes, cada um com seu momento, porém, em "Its Only Natural" observa-se todo conjunto do grupo, com uma música melancólica.

O grupo exalava tanta confiança e convicção até metade do disco, porém, nota-se que o álbum começa a perder força e se torna cansativo e até mesmo repetitivo, com um certo ponto alto em "These Are the Ways" e "One Way Traffic".

O álbum do Red Hot Chili Peppers é gratificante para os fãs, que rezavam todos os dias pelo retorno do guitarrista John Frusciante, que nitidamente não decepciona em retorno ao grupo, porém, o que se pode verificar em grandes bandas como o RHCP, é que começam a fazer um trabalho mais “arroz com feijão”, aquele tipo de música já estabelecida pelo grupo e sem muitas novidades, mas isso não tira o mérito do álbum, só não acrescenta muito na qualidade total do álbum.

Para fãs fervorosos do Red Hot Chili Peppers, é um ótimo álbum de “retorno”, porém, para quem gostaria de ouvir algum novidade inalando da banda, pode embarcar para outras músicas, pois eles não farão algo desse tipo tão cedo.

Nota 8/10 (Por Fabricio Cunha - @fabriciodacf_ )

 

<iframe width="900" height="500" src="https://www.youtube.com/embed/OS8taasZl8k" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>

 

Integrantes:

Anthony Kiedis – Vocais

Flea – Baixo, Piano e Trompete

John Frusciante – Guitarra e Violão

Chad Smith - Bateria

 

Tracklist de “Unlimited Love” (Gênero – Hard Rock/Funk Rock)

"Black Summer"

"Here Ever After"

"Aquatic Mouth Dance"

"Not the One"

"Poster Child"

"The Great Apes"

"Its Only Natural"

"She s a Lover"

"These Are the Ways"

"Whatchu Thinkin"

"Bastards of Light"

"White Braids & Pillow Chair"

"One Way Traffic"

"Veronica"

"Let Em Cry"

"The Heavy Wing"

"Tangelo"

Deixe seu comentário