Dê Play


Bem Vindos!

Welcome!

Cervejaria Guilda

Baixe nosso App !



ROB HALFORD CONFIRMA QUE ANDY SNEAP TOCARÁ GUITARRA NA PRÓXIMA TURNÊ

News3

O vocalista do Judas PriestRob Halford, conversou com o Metal Pilgrim sobre o andamento das sessões de composição do álbum sucessor de Firepower, de 2018. Ele disse: “Lembro-me daquele mês de sessões de composição que tivemos em fevereiro de 2020 no estúdio de Glenn [Tipton, guitarrista do Priest]. Foi incrível. Adoro o início de qualquer processo de gravação, porque tudo pode acontecer. Sempre dissemos, com o Priest, que nunca realmente temos uma agenda ou uma ideia. O mais perto que chegamos dessa filosofia foi o álbum "Firepower". Queríamos realmente nos concentrar nos elementos clássicos do Priest e acho que concluímos o trabalho. Portanto, este próximo terá suas próprias pernas, como todos eles têm, seu próprio caráter. Sim, só conversando agora, posso ouvir as músicas na minha cabeça, e elas são ótimas. Você acha que só pode ir até certo ponto, mas isso prova que essa é uma ideia contestada. Você pode ir tão longe quanto quiser, contanto que esteja canalizando todos os ingredientes adequados, e os ingredientes adequados do Priest sempre foram a energia do Metal, o poder do Metal, as oportunidades infinitas. E tudo isso está embutido no fato de que eu, Richie [Faulkner, guitarrista do Priest] e Glenn ainda estamos famintos por escrever novo material do Priest como sempre estivemos. Particularmente, Glenn e eu fazemos isso há muito tempo, mas desde que Richie está conosco, ainda mais. Richie é um poço sem fim de riffs e ideias. É tipo, "Oh meu Deus. Precisamos parar agora. Precisamos digerir tudo o que você acabou de tocar para nós.”

Ele continuou: “Então, teremos provavelmente mais duas ou três sessões de escrita. Sentimos que temos um álbum [escrito], basicamente, mas somos muito autocríticos e auto-analíticos do trabalho que fazemos, porque sabemos que temos um tesouro de Metal atrás de nós, e não queremos abandonar o mundo do Heavy Metal; queremos ter certeza de que ele tem a mesma essência, as mesmas características, a mesma classe e qualidade que todos os álbuns do Priest tiveram. E assim estará pronto quando estiver pronto — digo isso o tempo todo. Mas acho que estamos perto. Vai ser mais cedo ou mais tarde — essa é a melhor coisa a dizer.”

Questionado sobre se Tipton, que foi diagnosticado com doença de Parkinson há sete anos, ainda está envolvido no processo de composição, Halford disse: “Oh sim. Ele ainda é um guitarrista. Obviamente, ele toca guitarra de forma diferente agora porque ele tem essa coisa em sua vida — Parkinson — que ele luta diariamente. Mas ele nunca deixou que isso o diminuísse. Ele é capaz de construir músicas de uma forma que torna sua contribuição mais valiosa do que nunca. E então eu sei com certeza, porque nós mantemos contato, ele está construindo suas próprias idéias, e Richie está em Nashville fazendo a mesma coisa. Então, vamos nos encontrar em breve — obviamente porque temos o Bloodstock Open Air no Reino Unido chegando em agosto. Mas antes de Bloodstock, estaremos nos vendo no estúdio e ouviremos todas as coisas novas que todos nós compilamos, bem como o que já temos. E vai ser um ótimo dia, cara. Vai demorar alguns dias para repassar tudo.

Então, novamente, Glenn ainda está ativamente envolvido com o Judas Priest, cem por cento”, reiterou Halford. “Andy [Sneap, produtor de "Firepower" e atual guitarrista da turnê do Priest] ainda está no lugar de Glenn com sua bênção… É praticamente certo que Andy estará saindo em turnê conosco novamente. E minha gratidão a ele. Não poderia ter acontecido de uma maneira melhor, se você quiser tentar fazer algo de bom com isso. Foi um dia muito importante quando Glenn disse: ‘Acho que provavelmente é melhor se eu der um passo para o lado e talvez devêssemos deixar Andy entrar.’ Aquilo foi apenas um belo ato de abnegação. Isso é Glenn valorizando o Priest e a reputação do Priest, particularmente em shows ao vivo mais do que qualquer outra coisa. Então abençoe Glenn por isso. E como resultado, Andy entrou e fez um trabalho incrível na turnê do "Firepower", e estamos ansiosos para fazer a mesma coisa com ele nesta turnê de 50 anos. E não descarte o fato de que Glenn pode aparecer. Ele toca guitarra de forma diferente, mas não há razão para que ele não possa aparecer e trabalhar. Quer dizer, eu disse a Glenn, "basta subir no palco e fazer isso para todo mundo [pisca chifres de diabo], e as pessoas vão ficar loucas, porque você é muito amado." Mas tenho a sensação de que Glenn fará uma aparição ocasional nesta turnê de 50 anos.”

No início deste mês, o Judas Priest anunciou as datas remarcadas para a etapa norte-americana de sua turnê de 50 anos. Produzido pela Live Nation, a jornada 50 Heavy Metal Years contará com o Sabatin como abertura. Ele terá início em 8 de setembro em Reading, Pensilvânia e durará até outubro antes de terminar em 5 de novembro em Hamilton, Ontário.

Fonte: Roadie Metal

Deixe seu comentário