Dê Play


Bem Vindos!

Welcome!

Baixe nosso App !



Rolling Stone refaz lista com 500 melhores músicas da história

News3

Pela primeira vez desde 2004, quando foi criada, a famosa lista feita pela Rolling Stone com as 500 melhores músicas da história foi reformulada pela revista. Para isso, a publicação ouviu artistas e outros profissionais do meio musical, que tiveram o direito de votar para construir o ranking.

A intenção da nova lista era clara: diversificar ainda mais a lista, incluindo também artistas mais recentes. A polêmica, no entanto, será grande.

Ao todo, a Rolling Stone consultou mais de 250 pessoas entre músicos, produtores, críticos e jornalistas, pedindo a cada um deles que enviasse uma lista com 50 músicas. Mais de 4 mil canções foram citadas e com base na quantidade de votos, a revista montou o ranking.

O resultado é bem diferente do anterior, de 2004. Pouco mais da metade da lista é inteiramente nova – e as maiores mudanças aconteceram justamente no top 100.

A melhor música da história, de acordo com a lista, é “Respect”, de Aretha Franklin. A faixa de 1967 é seguida por “Fight the Power”, hit do Public Enemy, na segunda colocação; e “A Change is Gonna Come”, de Sam Cooke, em terceiro.

Em um panorama geral, o rock e o soul, predominantes na lista de 2004, cederam alguns de seus lugares ao pop, ao country e até à música latina. Nesse sentido, o objetivo foi conquistado: a diversidade de gêneros musicais foi aumentada drasticamente.

Falando em música latina, só há uma canção brasileira na nova lista: “Ponta de Lança Africano (Umbabarauma)”, de Jorge Ben Jor, que ocupa a 351ª posição.

Algumas músicas que não estavam na lista de 2004, mas entraram na edição de 2021:

  • 497. “Truth Hurts”, Lizzo, 2017
  • 494. “Time After Time”, Cyndi Lauper, 1983
  • 444. “In Da Club”, 50 Cent, 2003
  • 419. “Fantasy”, Mariah Carey, 1995
  • 405. “Amor Prohibido”, Selena, 1994
  • 436. “Call Me Maybe”, Carly Rae Jepsen, 2012
  • 384. “I Like It”, Cardi B, J Balvin and Bad Bunny, 2018
  • 332. “Umbrella”, Rihanna feat Jay-Z, 2007
  • 303. “No Scrubs”, TLC, 1999
  • 228. “Single Ladies (Put a Ring On It)”, Beyoncé, 2009
  • 114. “Toxic”, Britney Spears, 2003
  • 50. “Gasolina”, Daddy Yankee, 2010
  • 32. “Juicy”, Notorious B.I.G, 1994
  • 30. “Royals”, Lorde, 2011
  • 25. “Runaway”, Kanye West feat Pusha T, 2010
  • 16. “Crazy in Love”, Beyoncé feat Jay-Z, 2003
  • 10. “Hey Ya!”, Outkast, 2003

E algumas músicas que estavam na lista de 2004, mas foram removidas:

  • “When a Man Loves a Woman”, Percy Sledge – na lista original era a número 54
  • “Long Tall Sally”, Little Richard – na lista original era a número 56
  • “Whole Lotta Shakin Going On”, Jerry Lee Lewis – na lista original era a número 61
  • “For What Its Worth (Stop, Hey What’s That Sound)”, Buffalo Springfield – na lista original era a número 63
  • “The Times They Are A Changin", Bob Dylan – na lista original era a número 59
  • “Folsom Prison Blues”, Johnny Cash – na lista original era a número 164
  • “Do you Believe in Magic”, The Lovin Spoonful – na lista original era a número 216
  • “Highway to Hell”, AC/DC – na lista original era a número 254
  • “Walk This Way”, Run-DMC feat. Aerosmith – na lista original era a número 287
  • “One Way or Another”, Blondie – na lista original era a número 298
  • “We Will Rock You”, Queen – na lista original era a número 330
  • “Personal Jesus”, Depeche Mode – na lista original era a número 368
  • “Sweet Home Alabama”, Lynyrd Skynyrd – na lista original era a número 398
  • “Piano Man”, Billy Joel – na lista original era a número 421
  • “I Love Rock N Roll”, Joan Jett & The Blackhearts – na lista original era a número 484

Confira a lista completa a seguir. Para ler os comentários sobre cada faixa (em inglês), acesse o site da Rolling Stone.

Fonte: Igor Miranda


Deixe seu comentário